quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

ESPUMA E SOMBRA

desenho/da Vinci/Museu do Louvre/Paris


De onde vens palavra minha?!

Para onde vais?!...

Espuma e sombra sob os véus

reluzes e sombreias a minha prancha

doce é o enlevo do teu beijo

e formosa a composição de tuas formas

De incenso é a tintura de teus sons

mas a sombra não descalça os teus pés

nem o plasma de tua boca

nem este enredo da asa de teu verso

Mas meiada de teu rochedo em meu sonho

e plasma aceso em mim neste vaso

me alcovas com tua luz e me exparges...

Ainda ontem te colhi flor

do meu sal!

5 comentários:

O Profeta disse...

Mágnifico!...como tu...


Doce beijo

EDER RIBEIRO disse...

tuas palavras é que nos floresce. Magnífica composição. bjos.

O Profeta disse...

O meu pensamento é gaivota
Entre as tempestades e as pedras negras
Meço o tempo pela chegada da Lua
Sou homem nu a que um deus dita regras

Boa semana


Bom carnaval


Doce beijo

Cotovia disse...

...palavras ditas de uma forma magestosa!

O Profeta disse...

Mudei os meus mais profundos desejos
Vi reflectida em ti a ternura
Não há derrota no sonho
Não há revolta, apenas brandura

O julgamento dos teus fracassos
É feito numa lagoa sem azul
Um milhafre lança um pio de raiva
Que atinge o branco das casas do sul


Boa semana


Mágico beijo